MONITORAMENTO DA MICROBACIA HIDROGRÁFICA DO BAIXO RIBEIRÃO SANTO ANTÔNIO NO MUNICÍPIO DE MIRACEMA – RJ

Diego Ramos Inácio, Douglas Vieira Barboza, Sávio Freire Bruno

Resumo


Este estudo tem como objetivo utilizar o Sensoriamento Remoto para classificação supervisionada e monitoramento do uso e cobertura da terra, no município de Miracema, no Estado do Rio de Janeiro. Para Classificação supervisionada foram usadas imagens de satélite SENTINEL 2 correspondentes aos anos de 2016 a 2018. Os resultados obtidos mostram uma crescente degradação ocorrida no município. Esse resultado esta relacionado a gestão municipal, associado à cultura local. O foco desce trabalho é avaliar a microbacia hidrográfica do Baixo Ribeirão Santo Antônio que recebeu uma terraplanagem não licenciada, o que contribui para o crescimento na área degradada/antropizada não agricultável.


Palavras-chave


Classificação supervisionada; Sensoriamento Remoto; Processamento de imagens; uso e cobertura da terra.

Texto completo:

PDF

Referências


Engesat. Sentinel 2. s. d. Recuperado em 12 outubro, 2018, de http://www.engesat.com.br/sentinel-2/

INDE - Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais. (2018). Uso e cobertura do solo da Bacia do Paraíba do Sul - RJ. Recuperado em 21 dezembro, 2018, de http://www.metadados.inde.gov.br/geonetwork/srv/por/metadata.show?id=78894&currTab=simple

INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. (2008). Manuais: tutorial de geoprocessamento do SPRING. São José dos Campos: INPE.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. (2017a). Panorama do município de Miracema. Recuperado em 12 outubro, 2018, de https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rj/miracema/panorama

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. (2017b). História e Fotos do município de Miracema. Recuperado em 12 outubro, 2018, de https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rj/miracema/historico

JPEG. (s.d.). Overview of JPEG 2000. Recuperado em 20 outubro, 2018, de https://jpeg.org/jpeg2000/

Lei 1.412 de 20 de dezembro de 2012. (2012). Dispõe do Código de Meio Ambiente de Miracema. Miracema. Recuperado em 10 agosto, 2018, de http://www.miracema.rj.gov.br/area_restrita/modulos/transparencia/arquivos/b678dd

Lei n. 12.651, de 25 de maio de 2012 (2012). Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa; altera as Leis nos 6.938, de 31 de agosto de 1981, 9.393, de 19 de dezembro de 1996, e 11.428, de 22 de dezembro de 2006; revoga as Leis nos 4.771, de 15 de setembro de 1965, e 7.754, de 14 de abril de 1989, e a Medida Provisória no 2.166-67, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. Brasília. Recuperado em 10 outubro, 2018, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2012/Lei/L12651.htm

Lei no 10.257, de 10 de julho de 2001. Regulamenta os arts. 182 e 183 da Constituição Federal, estabelece diretrizes gerais da política urbana e dá outras providências. Brasília. Recuperado em 10 outubro, 2018, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/leis_2001/l10257.htm

Lopes, R. S.; Abrahão, J.; Melo, G. (2015). Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica de Miracema. 1. ed. Rio de Janeiro: SEA.

Matos, F. O.; Moura, Q. L. ; Conde, G. B. ; Morales, G. P. ; Brasil, E. C. (2011). Impactos ambientais decorrentes do aterro sanitário da região metropolitana de Belém-PA: aplicação de ferramentas de melhoria ambiental. Caminhos de Geografia (UFU), 12 (39), 310-318.

SQLITE. (2018). What Is SQLite? Recuperado em 20 agosto, 2018, de: https://www.sqlite.org/index.html


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

                      Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE (ISSN: 2447-5580)