OS EFEITOS DA CULTURA ORGANIZACIONAL NA GESTÃO DE PESSOAS EM UMA EMPRESA FAMILIAR

Jairo Gustavo de Lima, Osmar Vicente Chévez Pozo, Gislaine Fernandes Guimarães

Resumo


A cultura organizacional é patrimônio intangível das empresas, e necessita ser administrada, com ênfase no monitoramento de sua influência nos processos gerenciais, especialmente na administração das pessoas. O estudo se propôs a identificar os efeitos da cultura organizacional na gestão dos recursos humanos de uma empresa familiar. Através da utilização do método quantitativo de pesquisa, aliado a técnica de triangulação: coleta e interpretação de dados primários, secundários e observações de campo, foi possível observar o grau de dissonância cognitiva existente entre os sucessores do fundador, a qual se mostrou bastante elevada. Já utilizando o método qualitativo, no intuito de identificar os efeitos gerados pelos elementos culturais à gestão de pessoas, concluiu-se que eles são vários, destacando-se a desmotivação dos colaboradores, clima tenso e conturbado no ambiente de trabalho, alta rotatividade de funcionários, individualismo profissional e baixo desempenho dos colaboradores.

Palavras-chave


ENGENHARIA ORGANIZACIONAL; ENGENHARIA DO TRABALHO

Texto completo:

PDF

Referências


ALBI, Emílio. Fiscalidad y Empresa Familiar. Instituto de la Empresa Familiar.Espanha: 1994.

ALLRED, Roger. ALLRED. Russell. The Family Business: Power Tools For Survival, Success, and Succession. New York: 1997.

CHIAVENATO Idalberto; Recursos humanos (edição compacta); p.126; 1998.

DEMO, P. Metodologia Científica em Ciências Sociais. São Paulo: Atlas, 1995.

DONNELLEY, Robert G. A Empresa Familiar. Biblioteca Harvard de Administração de Empresas. nº 8, volume 2. São Paulo: Abril – Tec, 1976.

Festinger, L. A theory of cognitive dissonance, Evanston, IL: Row & Peterson 1957.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1991.

PIERRE, Amaury Lourenço. Interpretando a Cultura Organizacional. São Paulo: Atlas, 2000.

ROBBINS, Stephen P. Comportamento Organizacional. São Paulo : Pearson Prentice Hall, 2005, p. 131 – 155.

SCHEIN, Edgar H. Organization Culture and Leadership. 2. ed. San Francisco: Jossey Bass, 1997.

VIDIGAL, Antônio Carlos. Viva a Empresa Familiar!. Rio de Janeiro: Rocco, 1996.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

                      Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE (ISSN: 2447-5580)