A imagem socialmente construída e a autoimagem da profissão de Serviço Social Português

Virgínia Alves Carrara

Resumo


O estudo objetivou conhecer a imagem que o Serviço Social Português vem projetando na consciência dos estudantes que escolheram ser assistente social. A pesquisa qualitativa estrutura-se em duas frentes: uma bibliográfica a identificar as produções da temática em Portugal, e outra empírica com os estudantes dos cursos no território português. As conclusões são parciais: a mundialização do capital, a reestruturação produtiva, o neoliberal vêm reconfigurando o campo das políticas sociais em Portugal, afetando a formação e o trabalho dos assistentes sociais, cuja profissão, neste contexto, ressente  de regulamentação para o seu exercício e de diretrizes curriculares para a formação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.