Da queda do Estado desenvolvimentista à ascenção do neoliberalismo: rebatimentos na (des) proteção previdenciária e assistencial no Brasil

Luana Leal Ribeiro

Resumo


O presente artigo, tem por objetivo apresentar a concepção do sistema de proteção social público com viés desenvolvimentista na América Latina, especificamente no Brasil com a instauração da Seguridade Social promulgada na Constituição Federal Brasileira de 1988 e os rebatimentos das novas estratégias de desenvolvimento acordadas no Consenso de Washington, que desembocou na implementação do regime neoliberal nos países latino-americanos. Também serão apresentadas algumas falhas encontradas nos sistemas de proteção da previdência e assistência, ocasionando em indivíduos em situação de desproteção, sendo necessárias reformulações de políticas e relações de trabalho, tornando-as mais inclusivas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.