As políticas públicas e o trabalho do assistente social no Estado capitalista contemporâneo

Magaly Nunes de Gois, Ana Cristina Santos Almeida

Resumo


O presente trabalho visa discutir sobre as transformações do Estado capitalista contemporâneo e os rebatimentos nas políticas públicas e no exercício profissional do assistente social à luz da reestruturação administrativa implementada pelo governo de Sergipe/Brasil, no âmbito do poder executivo. As análises apontam que a implantação do Estado Mínimo e a mercantilização e privatização das políticas públicas vem se consolidando, realidade que dificulta o acesso pelos/as trabalhadores/as aos direitos e altera as condições de trabalho dos assistentes sociais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.