A política social brasileira e a realidade dos manicômios judiciários

Thayane Santos Crespo da Cunha

Resumo


A análise das ambiguidades do tratamento jurídico destinado pelo Estado às pessoas com transtorno mental que cometeram algum delito e são submetidos à internação compulsória em manicômios judiciários nos remete ao processo de construção da política de saúde mental brasileira que possui seus avanços tanto nas influências dos modelos internacionais de atenção à loucura quanto nas experiências isoladas no Brasil. Analisamos como tal política possui embates e desafios que podem ser também considerados a partir da própria construção da política social no Brasil como um todo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.