Brasil e suas relações de trabalho, renovadas e renomeadas ciclicamente - O “Novo Sindicalismo” e seus efeitos políticos, econômicos e sociais.

João Carlos Mendonça Didier Silva Peixe

Resumo


O objetivo deste artigo é abordar a situação atual das lutas sindicais nas bases de representação laboral no Brasil. O foco são as representações que constituem a valorização do trabalhador, enquanto sujeito expropriado dos meios de produção, mas identitáriamente reconhecido em sua classe. Partimos da hipótese que a atual estrutura hierárquica sindical brasileira, herdada de um sistema corporativista – estatal, redesenha-se ao reagir a processos de aproximação e afastamento do poder central. Apontamos o distanciamento entre pluralismo de cúpula, representados pelas Centrais Sindicais e abases, representadas pela unicidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.