Reflexões introdutórias sobre o sofrimento social do ser negro no Brasil – racismo, desigualdades e ações afirmativas

Deonicio dos Santos Benvindo

Resumo


Racismo e desigualdades sociais foram dois fatores do drama que o negro vivera no contexto da degradação do regime escravocrata no Brasil e a árdua adaptação aos moldes de sociedade de trabalho livre, sem as devidas condições materiais e humanas exigidas para incluir-se na sociedade de classes. Este desajustamento social do ex-cativo foi um dos principais fatores desencadeadores do sofrimento social do ser negro no Brasil numa sociedade de ideologia branca. As ações afirmativas se colocam como intervenção estatal ao racismo e às desigualdades na construção de uma sociedade democrática e com cidadania.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.