HIV/SIDA e estratégias de enfrentamento em Moçambique: Estado neoliberal e participação das ONGS.

Cíntia Regina de Assis Oliveira, Renata Lopes de Souza

Resumo


O estudo tem como origem o trabalho de conclusão de curso intitulado “O papel das organizações da sociedade civil e o enfrentamento ao HIV/SIDA em Moçambique”, motivado pela experiência na graduação-sanduíche do Projeto Pró-mobilidade Internacional CAPES/AULP, de março a junho de 2014. Objetiva-se a epidemia do HIV/SIDA em Moçambique e a atuação das ONGs no contexto de Estado neoliberal. Os resultados corroboram num perfil de instituições, a exemplo a “Associação Hixikanwe”, que ainda demonstra possuir pouca participação política, com caráter assistencialista, ainda que proporcionando, em seus limites, acesso à proteção social.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.