Reformismo e contrarreforma do Estado e da administração pública no Brasil Pós-1990

Robson Roberto da Silva

Resumo


Este trabalho busca apresentar um estudo sobre as transformações do Estado e da administração pública no Brasil Pós-1990. Parte do princípio que não se pode compreender o reformismo e a contrarreforma do Estado sem remetê-los às mudanças que passam a economia nacional e mundial. Por outro lado, sem considerar que tais transformações incidem direta e indiretamente na administração pública. Assim, procura demonstrar, por meio de uma pesquisa bibliográfica, que a instauração de um “reformismo quantitativo” criou as bases para a contrarreforma do Estado e da administração pública iniciada na “Era FHC” e aprofundada nos governos nacionais do PT.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.