Apontamentos sobre fetichismo em tempos de financeirização

Lívia de Cássia Godoi Moraes

Resumo


A teoria do fetichismo de Karl Marx é minorizada ou negada por muitos estudiosos, inclusive marxistas. O intuito deste artigo é ratificar a importância dessa teoria na contemporaneidade, caracterizada pela predominância da esfera financeira. Para tanto, apresentamos elementos que reforçam que há mais continuidades que descontinuidades entre teoria da alienação e teoria do fetichismo em Marx, apontamos a estreita relação entre teoria do fetichismo e a categoria de trabalho abstrato e, por fim, avançamos para a argumentação de que, ao invés de negar, a financeirização se apresenta como a forma mais aprofundada do fetichismo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.