Garantindo o direito humano à alimentação adequada a partir de projetos extensionistas

Wanda Griep Hirai

Resumo


A Universidade é o lócus para a difusão de saberes e experiências, dentre elas a introdução de práticas condizentes com os pressupostos do Direito Humano à Alimentação Adequada, assegurado no rol dos direitos sociais da Constituição Brasileira de 1988. O presente trabalho reporta-se a projetos extensionistas que objetivam a propagação da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional –PNSAN no Estado de Alagoas, de forma especial no espaço universitário, no qual circulam conhecimentos de diferentes áreas do conhecimento.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.