A Educação no campo no Brasil: por uma Educação para a classe trabalhadora camponesa

Viviane Cardoso da Silva

Resumo


A educação pública estatal como um dos direitos constitucionais ligados às políticas sociais tem fundamental importância para o desenvolvimento da sociedade, permitindo a classe trabalhadora o acesso à escola. Em relação ao meio rural, sabe-se que, embora a obrigatoriedade seja dos 4 aos 17 anos, ainda há um descaso na oferta de escola. Historicamente, tem-se um longo debate sobre a educação rural, a educação do campo e a crítica marxista com a educação no campo. Nesse sentido, se propõe analisar os pressupostos teóricos em que essas concepções são demarcadas, para se refletir sobre a educação que quer para a classe trabalhadora camponesa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.