PROJETO ÉTICO-POLÍTICO E VIOLAÇÕES DE DIREITOS DO ASSISTENTE SOCIAL

Isabela Sarmet de Azevedo

Resumo


Tomando a categoria projeto ético político do Serviço Social como ponto de partida, este artigo resgata algumas das principais aproximações entre tal estrutura conceitual e a realidade de violação de direitos dos assistentes sociais. Para tanto, foram analisadas as produções de importantes intelectuais como Barroco (2001), Netto (1999), Teixeira e Bravo (2009), Guerra (2011, 2015), Forti e Coelho (2015), Simas e Ruiz (2015) e Vasconcelos (2015), que se propuseram a discutir o tema, evidenciando o desafio de implementar esse projeto em contexto neoliberal. Concomitantemente, recorre-se aos pilares desse projeto, bem como ao debate sobre o cotidiano de trabalho do assistente social, para demonstrar as fragilidades de algumas proposições e apontar novos caminhos para a profissão.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.