O Serviço de Reabilitação Profissional e o paradigma urbano-industrial: emergência e colapso

Késia Miriam Santos de Araújo

Resumo


Trata-se de uma reflexão acerca do modelo que norteia o atendimento aos segurados do Instituto Nacional do Seguro Social pelo Serviço de Reabilitação Profissional. Para tanto, buscou-se compreender as raízes históricas do Serviço, quanto ao contexto sócio-político e econômico, bem como os procedimentos adotados.  Conclui-se que o modelo vigente, paradigma urbano-industrial, é reducionista porque atende a apenas parcela da classe trabalhadora brasileira, sem considerar a diversidade regional e territorial do Brasil.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.