A intermitência na gestão dos aparelhos públicos: impactos as relações de gênero e na mulher vítima de violência

Elisangela Ramos de Araújo, Mônica dos Santos Ferreira, Mônica dos Santos Ferreira, Vanessa Costa Neves de Souza

Resumo


Este artigo se propõe a debater acerca da descontinuidade das gestões dos aparelhos públicos e sua incidência sobre os serviços públicos voltados para o atendimento às mulheres. Desta forma abordando como assunto: A fragilização dos serviços e seus impactos nas garantias dos direitos sociais, no exercício da cidadania, e a sua influência direta no exercício profissional no combate á violência e na luta pela igualdade na relação de gênero, tendo em vista a precarização do atendimento das demandas das usuárias, onde está problemática se manifesta, gerada a partir de questões políticas que atingem diretamente os serviços ofertados a população.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.