Das ações assistenciais à política de assistência estudantil: a permanência estudantil na rede federal de ensino brasileira: um estudo de caso do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro

Rita de Cássia Cristino Marcos Rissi

Resumo


O presente trabalho é uma tentativa de aprofundar a pesquisa desenvolvida na dissertação de mestrado que teve por desafio: analisar a proteção social brasileira e a imbricação entre as políticas de educação e assistência social. Busco compreender a relação entre a política de assistência estudantil com a política pública de assistência social brasileira. Falar sobre a política de assistência estudantil, sua área de cobertura e sua finalidade, produzirá uma relação de aproximação e complementariedade com as demais políticas sociais públicas e, não uma relação de substituição ao que cabe as demais políticas setoriais. Conhecer os limites e fragilidades das políticas sociais contribui para a defesa do direito social e da sua efetivação através de políticas sociais públicas e gratuitas. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.