Formação de profissionais para políticas públicas: exigências contemporâneas

Ana Lúcia Suárez Maciel

Resumo


O artigo problematiza as repercussões da crise do capital, do Estado e da sociedade, na sua relação com a formação de profissionais para atuação junto às políticas públicas, a fim de indicar a conformação atual da mesma e as exigências que se renovam na direção da garantia dos direitos sociais, do fortalecimento do poder público no atendimento das demandas da sociedade e na capacidade de resistência dos operadores de políticas públicas e dos seus formadores, o que não suprime a inegável luta que se vivencia na contemporaneidade e que se traduz entre: o público e o privado; o direito e a mercadoria; a sociedade e o mercado; o individual e o coletivo. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.