Hospitais universitários e profissionais de saúde em tempos de crise estrutural do capital

Ana Maria de Vasconcelos, Ana Beatriz Lopes, Délis Ferreira Pinto

Resumo


Análise de respostas colhidas em entrevistas nos HU de universidades públicas revela que a maioria de profissionais de saúde, em espaços privilegiados de resgate da indissociabilidade ensino/pesquisa/extensão, não acredita/desconhece o SUS; desconhece autonomia universitária; não participa/desconhece os conselhos; concebe saúde em contradição com a CF de 1988. Pergunta-se, em que medida esta realidade integra o complexo causal da frágil resistência, no que se refere aos profissionais de nível superior da área da saúde, ao processo de desmonte pelo atual governo das garantias sociais asseguradas na CF de1988, através da reforma trabalhista, reforma da previdência, congelamento dos gastos públicos e ataque frontal ao SUS e SUAS.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.