A subjetividade em tempos de produção flexível

Luisa Fernandes Cordeiro

Resumo


Propõe-se, neste estudo, uma reflexão sobre os movimentos mais contemporâneos do modo de produção capitalista. Compreende-se o ser social como um ser portador de objetivações, portanto, composto pela subjetividade. Realiza-se uma análise como o modo de produção capitalista e suas engrenagens impactam o processo de formação da subjetividade, em especial no período da produção flexível.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.