A pobreza e as desigualdades na obra Marxiana

Jane Cruz Prates, Gissele Carraro, Inez Rocha Zacarias

Resumo


O presente artigo é fruto de trabalho coletivo realizado pelo grupo de pesquisa e busca aprofundar as concepções de pobreza e desigualdade, expressas na obra marxiana, como refrações constitutivas da questão social que se acentuam a partir da maturação do capitalismo ou do capitalismo em sua fase monopolista. Problematiza-se também as necessidades humanas e a negação das necessidades da classe trabalhadora.  Resulta de estudo que tomou por base as principais obras de Marx e de Marx e Engels, a partir das quais se aporta conteúdos para interpretar esses processos sociais com base no referencial do materialismo dialético e histórico. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.