Movimento de atingidos por barragens no contexto do desastre do rio doce: formas de mobilização e redes de interações.

Alexsander Fonseca de Araujo

Resumo


Este trabalho analisa o surgimento e importância do Movimento de Atingidos por Barragens (MAB) no Espírito Santo, no contexto do desastre socioambiental do Rio Doce, causado pelo rompimento da barragem de Fundão das empresas Samarco/Vale/BHP em 05 de novembro de 2015. Como aporte teórico foi utilizado conceitos da Teoria do Processo Político e Rede de Movimentos Sociais, para analisar as redes de interações entre o MAB e outras Organizações da Sociedade Civil e Movimentos Sociais. Além disso, pode-se identificar as formas de mobilização e repertórios de ação coletiva. Para isso utiliza-se como metodologia a Análise de Redes Sociais com softwares Ucinet, e SPSS, a partir dos dados coletados em entrevistas qualitativas em profundidade com representantes de OSC/MS.

Texto completo:

Movimento

Apontamentos

  • Não há apontamentos.