Integração social e criminalidade violenta no brasil metropolitano: uma análise quantitativa

Matheus Boni Bittencourt

Resumo


Neste artigo, analisamos a conexão entre urbanização e violência no Brasil contemporâneo. Para isso, construímos um modelo teórico-estatístico da taxa de homicídios intencionais nas regiões metropolitanas de Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre, entre os anos de 1992 e 2014, utilizando o aplicativo PSPP e modelos de regressão linear múltipla. Os resultados indicam que a integração social, tanto material quanto normativa, pode prevenir a violência letal intencional.

Texto completo:

Integração

Apontamentos

  • Não há apontamentos.