Os rebatimentos da política coronelista na atuação dos assistentes sociais na baixada fluminense

Vaniele Soares da Cunha Copello , Adriano Pereira Basilo de Oliveira , Erica Silva de Oliveira

Resumo


Este trabalho propõe analisar os rebatimentos da política coronelista, com práticas clientelista e assistencialista, na atuação dos assistentes sociais da Baixada Fluminense. Num primeiro momento, apresenta-se como foram construídas as relações de poder neste território, com base na violência e coerção. Logo após apresenta-se um breve histórico da profissão e sua busca por uma renovação crítica. Na sequência, discute os desafios cuja prática profissional se insere no âmbito da correlação de poderes e forças sociais presentes na Baixada Fluminense.

Texto completo:

Os rebatim

Apontamentos

  • Não há apontamentos.