(DES)PROTEÇÃO SOCIAL: A POLÍTICA DE SAÚDE FRENTE A UM DESASTRE

Nadianna Rosa Marques, Maria Isabel Barros Bellini

Resumo


Pesquisa que analisou a política de saúde frente ao desastre ocorrido em 2013 vitimando 242 jovens Santa Maria / Brasil. Investigou e analisou os desastres, suas causas, determinantes e  experiências acumuladas ao longo da história, subsidiando a Política de Saúde. Pesquisa do tipo qualitativa apoiada pelo método dialético crítico, realizou entrevistas, grupol focal, análise de documentos e revisão da literatura. Resultados: desastres requerem capacidade pública de política de ação/prontidão, resolutuvidade frente a emergências,  à ausência da instersetorialidade com outras políticas públicas gera baixo investimento em  prevenção. Sugere-se estratégias de intervenção/ação em seus planos de saúde;  implementação de programas de prevenção/ formação, e protocolos para rede de atenção.

Palavras chaves: (Des)proteção social; Desastres; Política de Saúde.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.