Tráfico envolvendo crianças e adolescentes para fins de exploração sexual no contexto do trabalho escravo

Kesia Araujo, Esther Lucena de Souza

Resumo


Discute-se a relação do tráfico de crianças e adolescentes para fins sexuais no bojo do trabalho escravo, que tem raízes profundas no modelo econômico escravocrata e vigora-se até os dias atuais na lógica neoliberal. Essa violação leva crianças e adolescentes a situação análogo a de escravo e a privação de liberdade, resultando na violação dos direitos fundamentais, do direito ao próprio corpo, da vivência da sexualidade e do direito de ir e vir, no qual são encarceradas, vigiadas e obrigadas a prestarem serviços sexuais de acordo com a vontade dos seus proprietários.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.