Condições sócio-demográficas de idosos restritos ao lar adscritos a uma unidade de saúde da família de Vitória - ES

Gracielle Pampolim, Vanezia Gonçalves da Silva, Luciana Carrupt Machado Sogame

Resumo


O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial que requer atenção governamental. Este estudo objetivou descrever as questões políticas do idoso no Brasil e apresentar o perfil sócio-demográfico de idosos restritos ao lar. Procedeu-se um estudo transversal que verificou grande proporção de mulheres, com média de 83,79 anos, autodeclarados brancos, católicos, viúvos, de baixa escolaridade, vivendo com duas ou mais gerações e com baixa renda. Os achados confirmam a questão da feminilização da velhice. Acredita-se que essas diferenças devem ser levadas em consideração ao se estabelecer ações de saúde ou proteção social para esse segmento populacional.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.