A gestão de educação especial no Espírito Santo: reflexões sobre a formação continuada de profissionais da educação

Mariangela Lima de Almeida, Gabriel Zambon, Sumika Soares de Freitas Hernandez-Piloto

Resumo


 

Este texto se propõe a discutir um dos primeiros movimentos da pesquisa "Processos de Formação Continuada de Profissionais Desencadeados pela Gestão de Educação Especial no Estado do Espírito Santo", que investiga os processos de formação continuada de profissionais da Educação planejados pelos Gestores Públicos de Educação Especial no Espírito Santo. Busca captar os sentidos e significados atribuídos pelos gestores/as à formação continuada, as metodologias propostas e o público-alvo em planos de trabalho e projetos de intervenção construídos pelos gestores/as da Região Sul do Estado. Assume a pesquisa-ação colaborativo-crítica como perspectiva teórico-metodológica. A análise dos planos e projetos evidencia que os desdobramentos de uma política nacional para a gestão de Educação Especial que ainda é frágil e invisível em muitos municípios do Estado. Diante disso, as políticas de formação continuada estão em processo de constituição, muitas ainda pautadas em perspectivas tecnicistas ou pragmatistas do trabalho docente. Espera-se que pela via da reflexão colaborativo-crítica, o gestor possa se constituir como mediador/autor, no processo de construção e acompanhamento de políticas públicas de Educação Especial e formação continuada para profissionais da educação na perspectiva da inclusão escolar.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.