MEDICALIZAÇÃO DA APRENDIZAGEM E DO COMPORTAMENTO: A (RE)INVENÇÃO DE UMA ESCOLA POSSÍVEL PELAS MICROPOLÍTICAS DO COTIDIANO

Matheus Modesto de Azevedo

Resumo


A escola enquanto um lugar de encontro com as diferenças é, por vezes,
cenário de constantes tensionamentos e/ou mesmo inquietudes, que sendo algo
inerente àquele espaço ressalta a complexidade do lidar. Esse ensaio tem seu
amago a reflexão acerca da medicalização da aprendizagem e do comportamento,
que, por vezes, tem ponto de partida nas queixas escolares que encaminhadas
para a área da saúde veem na medicalização a forma de solucionarem as diversas
problemáticas. As análises críticas empreendidas nesse ensaio contribuíram para
entendermos a medicalização enquanto um processo perverso e que tem por
vezes se naturalizado entre a sociedade, e em específico no contexto escolar. A
partir de um Estudo de Caso, em uma situação de enfrentamento a uma criança
com dificuldade de aprendizado e de comportamento “complicado”, buscamos
pelas micropolíticas do cotidiano que enxergam a vida para além de uma visão
patologizante, mas enquanto potência, construir nos tramas das complexas
relações que se travavam o estabelecimento em encontros desmedicalizantes que
puderem colaborar na (re)invenção de uma escola possível. Os autores como:
DELEUZE; GUATTARI (2012), DELEUZE (2013), FOUCAULT (1983), FOUCAULT
(2004), MOYSÉS (2008), MOYSÉS E COLLARES (2010, 2011) e GOODE E HATT
(1973), no percurso metodológico e teórico que esse trabalho se desenhou, foram
os principais aportes teóricos, que na investigação sistemática, bem como também
na interpretação da realidade conduziram esse afim de construí-lo com o rigor que
a pesquisa exigia. Como resultado, enxergamos o papel docente
fundamentalmente como o grande agente que nas tessituras micropolíticas do
cotidiano tem a possibilidade de dar a educação de crianças diferentes - pelo
comportamento ou aprendizado - lugar de protagonistas de suas vidas em suas
singularidades e na construção de uma escola que produz saúde, vida e
esperança.
Palavras-Chave: Medicalização da Educação. Escola Possível. Micropolíticas


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.