CONCEPÇÕES DE ALUNOS E DOCENTES ACERCA DA INCLUSÃO DE SUJEITOS SURDOS NA ESCOLA COMUM

Jaline Francisca De Souza Felix, Rosilene Aparecida Da Silva Faustino Freitas, Michell Pedruzzi Mendes Araújo

Resumo


A surdez tem sido um tema muito peculiar nas discussões da
contemporaneidade, visto a sua real necessidade de informação e conhecimento
da comunidade surda no contexto da escola comum. Diante do exposto esse
artigo surgiu da necessidade de estudar e ouvir quais são as concepções de
alunos e docentes acerca da inclusão de sujeitos surdos na escola comum. Com
seriedade foram levadas em consideração as subjetividades e o respeito às
opiniões de modo a corresponderem aos objetivos propostos, os quais foram
estes: compreender as concepções dos professores e discentes sobre a escola
bilíngue, conhecer a proposta de educação de surdos segregados
(especializada), saber quais os desafios encontrados no processo de inclusão
dos surdos, entender a práxis pedagógica dos professores e sua rotina e
sensibilizar sobre a importância do ensino bilíngue de LIBRAS. Para atingir esses
objetivos foi desenvolvido um estudo de caráter qualitativo, sendo um estudo
exploratório cuja produção de dados se deu por meio de questionários
semiestruturados. No decorrer da pesquisa foi realizada a análise de dados
conforme teoria sócio-histórica de Vigotski1

. Como resultados desse estudo
destacam-se os desafios encontrados para a inclusão escolar dos surdos e as
lacunas que surgem da necessidade de se trabalhar conceitos da educação
inclusiva na perspectiva da surdez, de maneira mais eficaz na escola comum e
em algumas instituições com o CAS2

. Dessa forma, os sujeitos relacionados ao
processo de escolarização dos surdos, sejam eles educandos ou educadores,
serão sensibilizados sobre a perspectiva da inclusão escolar e os conceitos
relacionados a ela.
Palavras-chave: Inclusão. Surdos. Educação Bilíngue.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.