Candomblé: memória e transmissão cultural em uma comunidade religiosa de matriz africana

Milena Xibili Batista, Osvaldo Martins de Oliveira

Resumo


A tradição oral nas comunidades de terreiro é um dos elementos demarcadores da construção da sua identidade. Os terreiros de candomblé desenvolvem uma organização interna a partir do aprendizado hierarquicamente transmitido por aqueles (as) considerados mais sábios e antigos, detentores dos saberes e segredos. A realização de uma etnografia em curso para compreender como a transmissão cultural ocorre é o objetivo principal desse trabalho. Entre as observações etnográficas em curso, verifico as preocupações dos integrantes da comunidade de terreiro em transformar parte das tradições orais em produção escrita. A presente proposta surgiu da observação dos processos de reelaboração e transmissão de saberes a partir da memória da Ìyálórìsà Rita D´Òsún, zeladora de Candomblé que está a frente do Ilé Àse Ìyá Omin Ewa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.