Maracatu Metálico: influência de ritmos brasileiros na obra das bandas Angra e Sepultura

Nilton Silva Jardim Júnior

Resumo


Este trabalho tem como objetivo ser uma análise do trajeto que a música brasiliera percorreu nas carreiras dos dois grupos, fazendo uma análise de músicas de cada banda (Unhloy Wars, Holy Land, Nothing to Say, Never Understand e Caça & Caçador – do Angra- Ratamahata, Kaiowas, Refuse/Resist, Roots Bloody Roots e Attitude – do Sepultura). Pretendemos, também, entender através de uma análise do contexto histórico da época e das histórias dos dois grupos, o porquê ambos resolveram escolher o mesmo ano para lançar discos com uma proposta bem semelhante: explorar ao máximo a fusão de heavy metal com ritmos brasileiros. Para isso também estaremos nos apoiando no conceito de mediascapes, desenvolvido por Arjun Apadurai e apresentado a nós por Maria Elisabeth Lucas.
O trabalho ainda contará com releases oficiais retirados dos sites dos artistas, resenhas e matérias de sites especializados e revistas de guitarra, além de trechos e trabalhos acadêmicos e da biografia oficial do Sepultura. Esperamos assim lançar um pouco de luz sobre um assunto ainda pouco explorado pela musicologia e compreender um pouco tão inusitada mistura.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.