Imagens da outra: os corpos prostituídos na imprensa escrita

Fábio Lopes Alves, Andréa Cristina Martelli

Resumo


A presente comunicação analisa a representação da prostituição feminina na imprensa escrita. Os periódicos analisados são os jornais Hoje e O Paraná publicados na cidade de Cascavel - PR. Objetiva-se, com este estudo, compreender como as prostitutas são representadas por esses veículos de comunicação. A discussão se encontra estruturada da seguinte forma: em um primeiro momento, estabelece-se um diálogo com Roger Chartier em busca do conceito de representação. Em seguida, aborda-se como a prostituição feminina foi representada pela imprensa escrita. Ao final, interage-se com o filósofo Michel Foucault, a fim de perceber como ocorreu a disciplinarização dos corpos através do discurso jornalístico.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.