Na teia do aranha: a construção cultural dos estereótipos dos jovens Nerds

Luciana Zamprogne Chagas

Resumo


Na última década, a figura do Nerd   tem   ganhado   bastante   destaque   em   produções voltadas para os jovens: seriados, programas, desenhos, filmes e produtos variados. Esse artigo propõe uma análise dos estereótipos construídos sobre o Nerd e seu “mundo”, aqui compreendido como aspectos sócio-culturais distintos.  O recorte empírico está na produção  dos   quadrinhos e filmes do Homem-Aranha e do seriado The Big Bang Theory. Utilizo como ferramenta metodológica a fenomenologia, e a fundamentação teórica da Antropologia Hermenêutica, sobretudo na concepção de Clifford Geertz, para interpretar  os traços distintos das personagens como “Nerds”.   O objetivo  final é desconstruir e reconstruir esse estereótipo, fazendo avançar o debate sobre a íntima relação entre a sociedade e as produções culturais das mídias.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.