Salvador e a Copa do Mundo de 2014: perspectivas no âmbito das políticas públicas e da participação cidadã

Sean Santana

Resumo


As cidades globais foram criadas através da dinâmica da globalização, dos fluxos de capitais e do avanço tecnológico. Neste sentido, a realização de eventos esportivos em seus espaços tornou-se uma ferramenta de consolidação das mesmas como atores internacionais relevantes. Sua lógica gera impactos que condicionam a elaboração e a implementação de políticas públicas e reafirmam a cultura dominante vigente. Para a Copa do Mundo de 2014, em especial no caso de Salvador, os projetos elaborados estão submetidos a essa tendência. Portanto, propõem-se uma “gestão associada” que fortaleça a cidadania e gere um legado positivo para a cidade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.