Processos organizativos, memória e transmissão cultural: análises etnográficas do congo e samba em comunidades afro-brasileiras

Osvaldo Martins de Oliveira

Resumo


A noção de processo organizativos empregada neste texto é elaborada tendo como referência a teoria de Barth (1969 e 1994), que definiu os grupos étnicos como formas de organização social que estão em processos permanentes de apropriação da cultura para demarcar suas fronteiras sociais e o pertencimento.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.