Microcrédito, informalidade e combate à pobreza

Vicente de Paulo Colodeti, Izildo Corrêa Leite

Resumo


Com base em pesquisa bibliográfica e documental, objetiva-se abordar as relações entre microcrédito, informalidade e pobreza, analisando-se as potencialidades/limitações do primeiro no enfrentamento desta, no Brasil de hoje. Conclui-se que predominam as limitações, pelos seguintes motivos principais: 1) o número de tomadores de microcrédito atendidos é muito reduzido, proporcionalmente às amplas dimensões da pobreza; 2) parte significativa dos tomadores não faz parte dos segmentos mais pobres da população, que deveriam merecer prioridade em políticas de redução da pobreza; 3) a concessão de microcrédito insere-se num conjunto maior de políticas de Estado que não contribui para a dimininuição das desigualdades.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.