O SERVIÇO SOCIAL CHILENO E AS RELAÇÕES COM AS ORGANIZAÇÕES, MOVIMENTOS E LUTAS DA CLASSE TRABALHADORA

Autores

  • MARIA LÚCIA DURIGUETTO
  • ALEXANDER PANES PINTO
  • PAULA VIDAL MOLINA
  • KÁTIA MARRO
  • VICTOR ORELHANA BRAVO

Resumo

Resumo: Em 1970 as forças organizativas da classe trabalhadora levaram o Chile a conquistar, com um programa de construção do socialismo, o governo pela via eleitoral. Neste cenário, o Serviço Social chileno operou transformações nos seus fundamentos teórico-metodológicos e ético- políticos na direção de se sintonizar com as demandas e interesses destas forças organizativas. Neste artigo, teceremos reflexões do governo da Unidade Popular e as relações da profissão com as organizações, lutas e movimentos sociais, as quais serão evidenciadas pela análise dos conteúdos dos Trabalhos de Conclusão de Curso e nos artigos da Revista de Trabajo Social da Universidade Católica do Chile.   

Palavras chaves: Unidade Popular; Serviço Social; Reconceituação; Lutas Sociais.

Publicado

2019-05-21

Edição

Seção

Mesa coordenada O movimento de reconceituação do serviço social na América Latina (Argentina, Brasil, Chile e Ccolômbia)