REFERÊNCIAS POLÍTICAS E TEÓRICO-METODOLÓGICAS DO SERVIÇO SOCIAL CRITICO E DO SERVIÇO SOCIAL RADICAL NA EUROPA E EUA

Autores

  • CLÁUDIA MÔNICA DOS SANTOS
  • VIRGÍNIA ALVES CARRARA
  • MARIA CARMELITA YAZBEK
  • ALCINA MARIA DE CASTRO MARTINS
  • ANTONIANA DIAS DEFILIPPO BIGOGNO

Resumo

Resumo: Esta proposta é parte da pesquisa “O Movimento de Reconceituação do Serviço Social na América Latina (Argentina, Brasil, Chile e Colômbia): determinantes históricos, interlocuções internacionais e memória”. Nossa abordagem trata a história recente do Serviço Social Ibero e Norte-americano (1960-1980), identificando os vínculos do Serviço Social Crítico e Serviço Social Radical com os movimentos contestatórios desse período e seus impactos na crítica ao Serviço Social tradicional, na elaboração de novas referências ético-políticas, teórico-metodológicas e técnico-operativas. Nesta apresentação centramos na Espanha, Portugal e no Serviço Social Radical ocorrido no referido período nos EUA em sua relação com o SSR da Inglaterra.

Palavras Chave: Serviço Social; Movimentos Contestatórios; Interlocuções Internacionais.

 

Downloads

Publicado

2019-05-21

Edição

Seção

Mesa coordenada O movimento de reconceituação do serviço social na América Latina (Argentina, Brasil, Chile e Ccolômbia)