ARTICULAÇÃO DE MOVIMENTOS SOCIAIS, CENTRAIS SINDICAIS E PARTIDOS POLÍTICOS: A EXPERIÊNCIA DE RESISTÊNCIA DA FRENTE BRASIL POPULAR

  • FRANCISCA GENILCE GOMES

Resumo

RESUMO: O artigo apresenta a experiência da Frente Brasil Popular-FBP (2013-2016), os antecedentes para sua fundação, como as manifestações de 2013, e o contexto de sua criação ancorado na eleição de 2014, o golpe de 2016, e período pós golpe.  Analisamos as novas formas de articulações entre movimentos sociais, populares, centrais sindicais e partidos políticos, bem como as tentativas de responder de forma unitária a ofensiva neoliberal no Brasil. Nosso objetivo é entender os antecedentes e o contexto da fundação da FBP, suas formas de articulação e resistência ao projeto neoliberal, na conjuntura de retirada de direitos da classe trabalhadora.

Palavras-chave: Frente Brasil Popular; Articulação e Resistência.

 

Publicado
2019-05-21
Seção
Mesa coordenada Serviço social, lutas e resistências dos movimentos sociais na conquista do espaço urbano