A CONSTRUÇÃO E INTENSIFICAÇÃO DOS DESASTRES AMBIENTAIS NA ERA DO CAPITALISMO MONOPOLISTA

  • LUANA FERNANDES DOS SANTOS AZEREDO
  • TATIANA DAHMER PEREIRA

Resumo

Resumo: Este artigo é parte de uma pesquisa de mestrado e tem como objetivo tecer algumas considerações sobre a influência do Capitalismo Monopolista na construção e intensificação dos processos de Desastres Ambientais. Conclui-se que a radicalização dos imperativos capitalistas tem agravado os contextos de desastres ambientais em função tanto do esgotamento dos recursos não renováveis do planeta, quanto da construção de uma base social vulnerável propícia para a ocorrência dos desastres. Um dos fatores determinantes para a construção dessa base tem sido a manutenção da dependência dos países periféricos que, por tal condição, vêm incorporando o discurso do desenvolvimento pregado pelos países centrais.

Palavras-chave: Desastres ambientais; Capitalismo Monopolista; Dependência Internacional.

Publicado
2019-05-21
Seção
Mesa coordenada Cidades, desastres e políticas urbanas