MARXISMO, QUESTÃO SOCIAL E CAPITALISMO DEPENDENTE

  • MARINA MACHADO DE MAGALHAES GOUVEA

Resumo

Resumo: O presente artigo reúne algumas considerações em torno ao materialismo e à concretude, visando à problemática das especificidades da ‘questão social’ na América Latina e Caribe e particularmente no Brasil. Divide-se em quatro seções: a primeira dedicada a apontamentos sobre o marxismo como filosofia da práxis e o caráter necessariamente histórico e dialético do materialismo; a segunda dedicada à breve exposição do empiricismo e do essencialismo como dois influxos idealistas frequentes no marxismo; a terceira e quarta trazem considerações sobre a necessidade de abandono ds influxos empiricistas e essencialistas para a investigação da dependência e da ‘questão social’ na região.Palavras-Chave: Marxismo; Capitalismo Dependente; Questão Social.Resumo: O presente artigo reúne algumas considerações em torno ao materialismo e à concretude, visando à problemática das especificidades da ‘questão social’ na América Latina e Caribe e particularmente no Brasil. Divide-se em quatro seções: a primeira dedicada a apontamentos sobre o marxismo como filosofia da práxis e o caráter necessariamente histórico e dialético do materialismo; a segunda dedicada à breve exposição do empiricismo e do essencialismo como dois influxos idealistas frequentes no marxismo; a terceira e quarta trazem considerações sobre a necessidade de abandono ds influxos empiricistas e essencialistas para a investigação da dependência e da ‘questão social’ na região.Palavras-Chave: Marxismo; Capitalismo Dependente; Questão Social.
Publicado
2019-05-21
Seção
Mesa coordenada Dependência, padrão de reprodução do capital e questão social no Brasil e na América Latina