“AONDE” ESTÁ A POPULAÇÃO TRANS NA DIVISÃO SEXUAL DO TRABALHO? ANALISANDO AS CONDIÇÕES DA INSERÇÃO PARA OS/AS TRABALHADORES/AS TRAVESTIS E TRANSEXUAIS NO MERCADO DE TRABALHO FORMAL

  • JÉSSYKA KALINE AUGUSTO RIBEIRO

Resumo

 

Resumo: O artigo trata-se de um recorte de pesquisa de doutorado em andamento, cujo objetivo é o de apreender e analisar as atuais configurações da Divisão Sexual do Trabalho para inserção da população de travestis, mulheres transexuais e homens trans trabalhadores/as no mercado de trabalho formal. Tendo em vista o processo histórico de inserção das mulheres como trabalhadoras vai mostrar que essa inserção não foi a mesma para mulheres brancas e mulheres negras. Atualmente deparamo-nos com outro processo ainda mais difícil o da inserção das travestis, das mulheres transexuais e dos homens trans no mercado de trabalho.

Palavras-chave: Trabalho; Transexualidade; Travestilidade.

Publicado
2019-05-21
Seção
Comunicações orais - Serviço Social, Relações de Exploração/Opressão de Gênero, Raça/Etnia, Sexualidades