CORPOS TRANGRESSORES: A INSERÇÃO DAS TRAVESTIS NO MERCADO DE TRABALHO EM TEMPOS CRISE DO CAPITAL

  • TIBÉRIO LIMA OLIVEIRA

Resumo

Resumo: Esse artigo tem por objetivo analisar a inserção precária das travestis e mulheres transexuais no mercado de trabalho na cidade de Natal/RN. O método de análise utilizado foi o materialismo histórico dialético, com base na técnica de abordagem quanti/qualitativa, bem como a análise bibliográfica e documental. Fez-se entrevistas semiestruturadas com oito travestis trabalhadoras formais, informais e desempregadas. Por meio dessas entrevistas identificou-se as principais precarizações vivenciadas por essa população no mundo do trabalho. Como resultados identificou-se um contingente que vivência contidamente inúmeras violações de direitos, preconceitos e discriminações fruto de uma sociedade capitalista, patriarcal, sexista e racista.

Palavras-chave: Travestis e Mulheres transexuais; Mercado de Trabalho e Crise do Capital.

Publicado
2019-05-21
Seção
Comunicações orais - Serviço Social, Relações de Exploração/Opressão de Gênero, Raça/Etnia, Sexualidades