O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NA DESTITUIÇÃO DO PODER FAMILIAR

  • MARIA CAROLINA DE PÁDUA PINTO NAQUES FALEIROS

Resumo

Resumo: O presente artigo é fruto de uma pesquisa de mestrado em andamento, sobre o exercício profissional do assistente social de dois CREAS numa cidade do interior paulista, no atendimento de famílias que tiveram ou se encontram em vias de ter o poder familiar destituído, como uma expressão da questão social. A pesquisa busca compreender a atuação profissional, conhecer as formas de intervenção na realidade, e, em tempos de desmonte de direitos, notar se os profissionais possuem clareza de seu trabalho e de sua categoria enquanto classe trabalhadora.

Palavras-chave: Serviço Social; exercício profissional; capital; famílias; poder familiar.

Publicado
2019-05-21
Seção
Comunicações orais - Serviço Social, Fundamentos, Formação e Trabalho Profissional