A USINA HIDRELÉTRICA DE BELO MONTE COMO MATERIALIZAÇÃO DOS INTERESSES DO CAPITAL.

  • LEONARDO PATRÍCIO DE BARROS

Resumo

Resumo: O trabalho analisa os determinantes da construção da Hidrelétrica de Belo Monte em meio a variados conflitos e considerando parte do projeto de desenvolvimento do sistema de produção tipicamente capitalista no Brasil. O projeto da usina foi formulado durante a ditadura civil-militar no Brasil, entretanto, somente no governo do Partido dos Trabalhadores/PT que ela se concretiza e é nesse sentido que a problematização ganhou corpo evidenciando a força do capital sobre a classe subalterna, porém não sem enfrentar as resistências. Realizamos pesquisa qualitativa com levantamento de dados em fontes bibliográfica e documental.

Palavras-chave: Belo Monte; Conflitos Sociais; Povos Indígenas.

Publicado
2019-05-21
Seção
Comunicações orais - Questão Agrária, Urbana, Ambiental e Serviço Social