FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM SERVIÇO SOCIAL NO ENFRENTAMENTO DO RACISMO NO BRASIL: UM DESAFIO A SER ENCARADO

Autores

  • ANA CAROLINE TRINDADE DOS SANTOS
  • TEREZA CRISTINA SANTOS MARTINS
  • AUGUSTO CESAR DOS SANTOS
  • JULIANE DOS SANTOS
  • KAMILLA MARTINS CABRAL DOS SANTOS

Resumo

Resumo: O presente artigo objetiva, a partir de resultados parciais da pesquisa de iniciação cientifica/PIBIC, discutir o enfrentamento do racismo na formação profissional em Serviço Social. Trata-se de evidenciar o quantitativo de cursos de Serviço Social no Brasil que tem nos seus componentes curriculares a discussão de gênero, geração, direitos humanos, mas priorizando raça/etnia. Os dados dão conta dos desafios postos para que a formação profissional possibilite competências para um exercício profissional que atua nas respostas do Estado a uma questão social cravada de determinações étnico-raciais. Assinala também para a importância da formação profissional no enfrentamento do racismo estrutural brasileiro.

Palavras-chave: Questão étnico-racial; formação profissional; enfrentamento ao racismo.

Publicado

2019-05-21

Edição

Seção

Comunicações orais - Serviço Social, Fundamentos, Formação e Trabalho Profissional