O PLANO INDIVIDUAL DE ATENDIMENTO AO ADOLESCENTE (PIA) NA DIREÇÃO DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NA MEDIDA SOCIOEDUCATIVA DE INTERNAÇÃO

  • THIAGO RODRIGO DA SILVA
  • NEIDE APARECIDA DE SOUZA LEHFELD

Resumo

Resumo: Este artigo é resultado da práxis construída entre a experiência profissional e acadêmica de uma das autoras em medida socioeducativa. Discute-se, a partir da perspectiva crítica, a compreensão do Plano Individual de Atendimento (PIA) para adolescentes em cumprimento de medida de internação como instrumental técnico-operativo do Serviço Social, que, articulado às demais dimensões da profissão, venha contribuir na proteção integral ao adolescente. Conclui-se que o PIA pode fortalecer uma proposta de trabalho emancipadora como pode se curvar à ordem dominante. É compromisso do Serviço Social garantir e efetivar a direção crítica no pensar, executar e materializar as propostas do PIA.

Palavras-chave: Serviço Social; Medida Restrictiva de Internação; Plano Individual de Atendimento; Trabalho Profissional.

Publicado
2019-05-21
Seção
Comunicações orais - Classes Sociais, Geração e Serviço Social