A RELAÇÃO ESTRUTURAL ENTRE CAPITALISMO E RACISMO: O GENOCÍDIO DA POPULAÇÃO NEGRA ENQUANTO PROJETO SOCIETÁRIO

  • DANIEL TADEU ALVES

Resumo

 

Resumo: No modo de produção capitalista, as relações de poder e as ne-cessidades especificas das relações de produção no Brasil, são estruturad aspelo racismo, que enquanto ideologia justificadora de explorações, estruturou o capitalismo periférico brasileiro, o Esta-do, suas politicas e instituições, criando sujeitos racistas e dando condições para a manutenção e continuidade do sistema de explo-ração da mão de obra da classe trabalhadora e dos privilégios do grupo identificado socialmente como branco. A população negra vem sofrendo inúmeras violências no capitalismo periférico do Brasil. Tais violências são características do genocídio da popula-ção negra orquestrado como uma politica do Estado burguês brasi-leiro.

Palavras chave: Capitalismo Periférico; Racismo Estrutural; Genocídio.

Publicado
2019-05-21
Seção
Comunicações orais - Serviço Social, Relações de Exploração/Opressão de Gênero, Raça/Etnia, Sexualidades