ACIRRAMENTO DA LUTA DE CLASSES NO BRASIL COM O PT NA PRESIDENCIA: O AVANÇO DO CONSERVADORISMO REACIONÁRIO TRANSMUTADO EM “ANTIPETISMO” E A INCIDÊNCIA NO SERVIÇO SOCIAL

Autores

  • JOSEFA BATISTA LOPES

Resumo

Resumo: Estudo sobre luta de classes no Brasil realizado através de pesquisa teórica e fontes secundárias, orientado pela hipótese de que a ascensão do Partido dos Trabalhadores à Presidência da República e a reeleição por três mandatos consecutivos em meio ao avanço do conservadorismo reacionário, com a mediação da mídia tradicional, alimentou o acirramento da luta de classes transmutado em “antipetismo”, mas tendo como alvo efetivo avanços civilizatórios históricos, expressos em direitos da classe trabalhadora; e, assim, tendo como alvo toda a esquerda, com ampla penetração nas instituições da sociedade e, portanto, incidindo nas práticas sociais, das quais o Serviço Social.

Palavras-chave: luta de classes; conservadorismo reacionário; Partido dos Trabalhadores; direitos civilizatórios; Serviço Social

Publicado

2019-05-21

Edição

Seção

Comunicações orais - Movimentos Sociais e Serviço Social